Desafio 90 dias – Dia 6: quem é o meu cliente?

Bom dia, Poderosa!

Espero que tenha descansado e aproveitado bastante o final de semana. Algumas das participantes do desafio, com certeza, encheram os dias 4 e 5 de ócio criativo e imaginaram as mais diversas formas de fazer seu plano de 90 dias funcionar.

“Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível.” São Francisco de Assis

Hoje é o primeiro dia de trabalho no seu plano de ação. Reveja quais são as ações planejadas. Comece por aquelas mais simples de fazer. Conseguir completar tarefas lhe dá sensação de realização e ideia de progresso. Também priorize aquilo que tem medo de fazer. Superar seus medos lhe ajuda a crescer como pessoa e a sentir orgulho de você mesma.

Se no final do dia alguma ação ficou sem realizar não se cobre demais. Apanas reagende-a para outro dia. Conseguir realizar 80% das tarefas planejadas já vai fazer uma grande diferença na sua empresa, mas cuidado para não fazer disso um hábito e cair na procrastinação.

A maioria das empreendedoras, ao responder ao questionário de inscrição, colocou adquisição de clientes ou aumento das vendas como o principal objetivo do desafio de 90 dias. Assim, a principal pergunta a responder essa semana será: Quem é meu cliente?

Essa pergunta pode parecer estranha, pois em geral as pessoas consideram que todo empreendedor sabe quem são seus clientes. Mas você realmente sabe quem é o seu cliente? Onde ele se encontra? Qual é o seu problema?

Para definir qual será seu público-alvo, é fundamental ter como base dois fatores críticos de sucesso: quem são os Clientes e seus Problemas/Necessidades. Com um público-alvo bem definido, é muito mais fácil determinar onde e como divulgar sua empresa e vender seus produtos. Seja qual for seu mercado, quanto maior for seu entendimento desses dois fatores, maiores suas chances de sucesso.

Definir seu público-alvo é de vital importância, já que quando você está entrando no mercado não pode se apresentar como sendo bom em tudo, pois será visto como especialista em nada. Já após ter sua marca consolidada, você poderá se dar ao luxo de oferecer produtos ou serviços mais diversificados, sem colocar sua empresa em risco.

Mas definir um mercado alvo não significa que você tem que excluir as pessoas que não se encaixam em seus critérios de compra. Em vez disso, essa definição permite que você concentre seus esforços de marketing e mensagens da marca a um mercado específico que é mais propenso a comprar de você. Esta é uma maneira muito mais efetiva, eficiente e eficaz de atingir seus clientes em potencial e gerar negócios.

 

Uma vez feito isto, você deverá traçar o perfil do seu cliente, tema que abordaremos amanhã.

Poste nos comentários do dia 6 em  www.facebook.com/movimentopoderrosa quem é o seu cliente.

E lembre de curtir a nossa página!

 

 

Anúncios

Um comentário

Os comentários estão fechados.