Colabore

Projeto: Casa da Mulher Empreendedora

Venha combater a violência doméstica através do empoderamento econômico da mulher! Ajude a implantar a Casa da Mulher Empreendedora.

A igualdade de gênero e a segurança são direitos fundamentais do ser humano, mas esses direitos ainda não são uma realidade para muitas mulheres.

As mulheres ainda estão sub-representadas nos altos cargos de poder e decisão, tanto na política como no mundo dos negócios e ganham em média 16% menos do que os homens.

A violência contra as mulheres é ainda generalizada. Isso é injusto e inaceitável!

Hoje mais do que nunca, precisamos acabar com essas disparidades, porque a independência econômica das mulheres é a melhor proteção que podem ter contra a violência doméstica.

Mesmo que os movimentos sociais e o sistema de Justiça estejam em constante busca por equidade e igualdade, no Brasil, os índices de violência contra as mulheres seguem altos.

Em um levantamento feito pelo Núcleo de Violência Doméstica da Promotoria de Justiça de Taboão da Serra (SP), entre os anos de 2012 e 2016, constatou-se que praticamente 30% das mulheres que sofrem violência e não denunciam estão em situação de risco pelo fato de dependerem economicamente dos companheiros, sem perspectivas e oportunidades de trabalho, tampouco de resgate da autoestima e coragem para saírem de uma vida marcada pela violência física, psicológica, moral, sexual e patrimonial.

A independência econômica das mulheres é a melhor proteção contra a violência!

Com efeito, sem independência financeira, as vítimas seguem no relacionamento, mesmo que estejam claros os sinais de que romper a relação com o agressor é a única e melhor saída. Contudo, para conseguir se livrar do “ciclo da violência”, há necessidade de poder econômico e estabilidade financeira mínima.

A Casa da Mulher Empreendedora é um espaço de capacitação, colaboração e networking, onde as mulheres podem desenvolver seus potenciais e talentos, se preparar para ingressar no mercado de trabalho ou para criarem seus próprios negócios, e assim conquistar autonomia financeira e viver livres de qualquer tipo de violência.

Ajude a promover a independência econômica das mulheres para pôr fim à violência doméstica. Ajude a implantar a Casa da Mulher Empreendedora!

Pensando em facilitar a vida das profissionais que trabalham de casa, das micro empreendedoras e até das estudantes que sonham se tornarem empreendedoras, criamos o projeto da Casa da mulher empreendedora.  

A ideia é criar um espaço colaborativo, co-criado e compartilhado que disponibilizará espaços de coworking que permitam à mulher moderna fugir dos riscos de procrastinação do homeoffice e para profissionalizar ainda o próprio negócio, podendo receber mentorias, participar de cursos e workshops, e receber clientes em ambientes muito bem produzidos e preparados.

A proposta do espaço vai muito além de receber os clientes. A Casa da mulher empreendedora, irá disponibilizar espaços diferenciados para eventos, cursos presenciais e workshops – muitos sendo promovidos pela própria equipe do local; mediar contatos para troca de serviços entre as empreendedoras que participam do ambiente coworking, disponibilizar Mentorias e Acesso a Investimentos, entre outros serviços.

A Casa da mulher empreendedora disponibilizará mesas individuais em sala compartilhada e mesas largas para trabalho em grupo, com espaços especiais para laptops (sempre com tomadas); Wi-Fi; salas de reunião; espaço para convivência; copa; espaço para eventos e treinamentos; além do escritório virtual com endereço fiscal.

Uma vez que o objetivo da Casa da mulher empreendedora é apoiar e investir no desenvolvimento e rápido crescimento das empreendedoras até que elas entrem na fase em que conseguem pagar suas próprias contas, enquanto a empreendedora não estiver faturando, receberá todos os serviços da Casa da mulher empreendedora de forma totalmente gratuita!

Com vistas a promover a auto sustentabilidade da Casa da mulher empreendedora para aquelas empreendedoras com condições de pagar, poderão ser alugadas salas de trabalho privativas, armários com chaves individuais para pertences, salas de reunião e espaço para eventos.

Com este mesmo objetivo serão oferecidos cursos e outros serviços pagos, abertos ao público em geral. Também serão comercializados cafés, sucos, milkshakes, doces e salgados.

O local ainda disponibilizará serviços pagos sob demanda de impressão, digitalização, telefonia IP, web design e marketing digital. 

A Casa da Mulher empreendedora funcionará de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 18:00, contando com uma extensa grade de atividades gratuitas fixas e atividades realizadas sob demanda.

A grade de atividades fixas contará com palestras toda quarta-feira de manhã e atendimentos de assessoria individualizada à tarde. Também será realizado pelo menos um curso ou workshop por mês, com transmissão ao vivo pela internet.